China é destaque nas classificatórias da Copa de Melbourne!

Luo Huan durante o treino de pódio na trave de equilíbrio (BB).
As medalhistas de bronze por Equipes nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, as chinesas, já começaram sua preparação para o Campeonato Mundial de Montreal, a ser realizado em setembro e outubro desse ano. Três ginastas foram enviadas para competir na Copa de Melbourne, Austrália, para testar suas rotinas, adquirir experiência em eventos internacionais e saber como os árbitros estão avaliando as séries de acordo com esse novo Código de Pontuação.

Liu Tingting, Luo Huan e Wang Yan foram as convocadas para competir na Oceania. Todas elas conquistaram vagas nas finais dos respectivos aparelhos em que competiram, Classificadas nas primeiras posições em todos os quatro eventos, estas atletas agora têm a missão de repetirem o resultado nas finais dos próximos dias. 

Wang Yan terminou em primeiro lugar no salto e no solo. Em ambos aparelhos, tem a maior nota de dificuldade, porém a má execução de suas rotinas pode comprometer seu desempenho nas finais. Ela conquistou essas posições a menos de 0.1 décimo das segundas colocadas, tanto do salto quanto do solo. 

Luo Huan é das três chinesas a com menos experiência e fama. Com melhor (execução) e mais difícil série realizada nas assimétricas, ela conquistou a primeira das oito vagas para competir na final do aparelho, com 14.400. Na trave, com alguns desequilíbrios e, após perder uma ligação, ficou em segundo ligar, com 14.366, atrás de sua compatriota Liu Tingting e à frente da atual campeã olímpica no aparelho Sanne Wevers.

Liu Tingting, que perdeu a vaga olímpica após uma lesão e foi substituída por Tan Jiaxin, finalmente fez sua estreia como sênior em eventos internacionais. Apesar da pouca idade e também da pouca experiência, é uma das chinesas mais fortes e preparadas. Com a maior nota de dificuldade entre todas as atletas na trave, 6.2, ela obteve a maior nota no aparelho, 14.666, classificando-se em primeiro lugar. No solo e nas assimétricas teve um bom desempenho, apesar de pequenos erros, conquistando também o direito de disputar as finais desses aparelhos. 

Apesar de ser uma competição de baixo nível técnico, essa Copa serve como parte do preparo para estas ginastas adquirirem experiência em competições internacionais e conhecer um pouco como os árbitros estão avaliando as suas rotinas, já que, por ser uma competição oficial da FIG, os árbitros desse evento são credenciados pela Federação Internacional.

Confira todos os resultados da competição clicando no link. Para mais informações sobre o evento, acesse nosso post falando sobre a competição (aqui);

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.