Recent Posts

#TBF: [2012] Jogos Olímpicos: FX EF!

Catalina Ponor no momento de encerramento da sua série!
Exatamente hoje, dia 7 de agosto de 2015, completam-se três anos da Final do Solo nos Jogos Olímpicos de Londres (2012). Essa final, na minha opinião, uma das melhores daqueles jogos, reservou grandes emoções para todos os [tele]espectadores, técnicos e até mesmo para as ginastas presentes naquela final! 

Antecedentes

Nesse mesmo dia, aconteceu também a final da Trave de Equilíbrio (BB). Esta final foi marcada pelo erro de uma das favoritas ao ouro, Catalina Ponor, que esteve com a medalha de bronze por alguns minutos, porém acabara perdendo a medalha para a americana Alexandra Raisman com a ajuda de um recurso pedido por seu técnico junto à aos juízes. As chinesas Deng Linlin e Sui Lu foram medalhas de ouro e prata, respectivamente.

A Final
As medalhistas Mustafina (bronze), Raisman (ouro) e Ponor (prata)!

Minutos depois, as oito ginastas classificadas para a final do Solo entram na North Greenwich Arena, entre elas, Cata e Raisman. Aly obteve o maior score na classificação, enquanto Catalina chegou com a sétima pontuação, cometendo um grave erro na etapa qualificatória [muitos afirmam que ela foi overscored].  As outras finalistas eram Jordyn Wieber (?!!), Ksenia Afanasyeva (a campeã mundial naquela época), Lauren Mitchell (campeã nesse aparelho em 2010), Vanessa Ferrari, Aliya Mustafina e Sandra Izbasa, que defendia seu título olímpico.

  • Ksenia Afanasyeva: sem dúvida, uma das mais artísticas ginastas dessa final. Ksenia sabia perfeitamente como combinar elementos de dança com passagens acrobáticas, porém não realizou sua melhor série. Com pequenos erros, Afana terminou apenas na sexta posição, com 14.566.
  • Jordyn Wieber: como a maioria das americanas [para não dizer todas], Wieber é apenas acrobacias e movimentos de braços e uma boa execução, porém ela mais uma vez cometeu pequenas falhas e sua apresentação nessa final serviu apenas para dizer que ela chegou à alguma final individual nessas Olimpíadas. 14.500 foi a sua nota. Sétimo lugar!
Alexandra Raisman: terceira ginasta a se apresentar, Alexandra realizou a melhor série da sua vida [admito!]: acrobacias muito bem realizadas e todas com chegadas muito bem precisas. Eu particularmente não gosto muito dessa série dela [robótica e com uma coreografia no mínimo exótica], mas mereceu o ouro, apesar de achar 15.600 um absurdo!! 

Catalina Ponor: para os que não tiveram a oportunidade de ver Catalina triunfando em Atenas 2004, a romena de 24 anos, a mais velha dentre as finalistas, mostrou porque um dia foi Campeã Olímpica nesse aparelho: acrobacias de dificuldade alta, ligações insanas (whip + whip + flic + tsukahara carpado + mortal carpado), saltos de dança belíssimos e uma execução [quase] perfeita. Sua apresentação levantou o pessoal presente no estádio, e fez o público vaiar a nota dada pelos juízes: 15.200! Este score foi recebido com surpresa até pelo comentarista da NBC, que acreditava que sua seria muito próxima à dada para Raisman
  • Lauren Mitchell: australiana, e ex campeã mundial no solo, Mitchell quase conquistou a medalha de bronze. Apesar da serie com o segundo maior D Score (6.4) da final, sua execução não foi tão boa: somando 14.833 ela terminou em quinto lugar.
  • Vanessa Ferrari: sexta a subir no tablado, Ferrari tinha esperanças de subir ao pódio. Mesmo não tendo feito a melhor de suas apresentações, a italiana obteve 14.900, até esse momento, medalha de bronze. 
  • Aliya Mustafina: classificada com a menor nota dentre as finalistas, Mustafina fez uma apresentação razoavelmente boa, conquistando 14.900 e a medalha de bronze. Apesar da nota igual a de Vanessa, o critério de desempate foi a execução [injusto na minha opinião!]. 
  • Sandra Izbasa: última ginasta a se apresentar, e uma das mais aguardadas, sem dúvida. Era a atual Campeã Olímpica nesse aparelho, e havia feito ótimas apresentações no Solo durante os Jogos: segunda melhor nota da classificação, e final por equipes e primeira no individual geral. Infelizmente, ela caiu na última passagem e terminou em último lugar. 
Eu pensei que não fosse sobreviver a esse dia: primeiro a Cata errando a final da trave, depois aquele solo lindíssimo levando prata e a Izbasa errando foram demais pra mim! Nos fóruns e grupos de Facebook que participa[va], um mix de sentimentos: emoção, revolta, membros comemorando. Não esqueço do comentarista da Terra, Raimundo Blanco, dizendo que a Cata foi roubada no solo! Foi um dia emocionante, apesar de não ter sido como eu [e muitos gymfans] queria. Não se pode ganhar todas, não é?! Que os Jogos do ano que vem sejam carregados de emoção!!! S2
#TBF: [2012] Jogos Olímpicos: FX EF! #TBF: [2012] Jogos Olímpicos: FX EF! Reviewed by Gabriel Lima on 19:11 Rating: 5

Nenhum comentário:

Home Ads

Tecnologia do Blogger.